Concordância verbal

Na concordância verbal a regra básica é fazer o verbo concordar em número, isto é, no singular ou no plural, e na pessoa (1ª, 2ª ou 3ª) com o sujeito da frase.

Sujeito simples

Ocorre quando o verbo concorda com o sujeito em pessoa e número, estando o sujeito antes ou depois do verbo. Por exemplo:

“A cantora excursionará por vários países da Europa.”

“Tu a expulsarias de casa?”

“Desapareceram no meio da mata os fugitivos.”

Sujeito composto

Neste caso o verbo vai para o plural. Por exemplo:

“Sua raiva e seu egoísmo fizeram com que todos o abandonassem.”

“Ainda reinavam a confusão e a alegria.”

“Eu e você somos pessoas responsáveis.”

Observação: o verbo ficará no singular se os núcleos se referirem à pessoa ou coisa ou se os núcleos aparecerem resumidos por “tudo”, “nada” e “ninguém”, por exemplo:

“Caneta, lápis, papel, tudo era necessário para o trabalho.”

Sujeito composto posposto ao verbo

Neste caso o verbo vai para o plural. Por exemplo:

“Caíram na cama as crianças e as mães exaustas.”

Concordância verbal
Foto: Reprodução

Sujeito composto de diferentes pessoas

Aqui o verbo vai para o plural na pessoa que prevalecer, sendo que a 1ª pessoa prevalece sobre a 2ª e a 3ª, e a 2ª prevalece sobre a 3ª. Por exemplo:

“Eu, tu e ele faremos a proposta ao professor.”

“Atiraremos a pedra você e eu.”

Sujeito representado por um coletivo

Ocorre quando o sujeito é formado de um coletivo singular seguido de um adjunto adnominal plural, admitem-se a concordância com o coletivo ou com o adjunto adnominal. Por exemplo:

“A equipe de basquete deixou o estádio.”

“A equipe de jogadores deixaram o estágio.”

Sujeito constituído pelos pronomes “que” e “quem”

Que: o verbo concordará em número e pessoa com o antecedente se tiver o pronome relativo “que”. Por exemplo:

“Fui eu que falei.”

“Fomos nós que falamos.”

“Fui eu que paguei a conta.”

“Fomos nós que pagamos a conta.”

Quem: o verbo irá para 3ª pessoa do singular se tivermos o pronome “quem”. Por exemplo:

“Fui eu quem pagou a conta.”

“Fomos nós quem pagou a conta.”

Núcleos do sujeito ligados por “ou”

O verbo ficará no singular sempre que houver ideia de exclusão. Por exemplo:

“O garoto ou a garota será o representante da classe.”

Núcleos do sujeito ligados por “com”

O verbo vai para o plural. Por exemplo:

“O pedreiro com o pintor foram jantar.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *