Arcaísmo

Quando falamos em uma palavra arcaica, queremos dizer que ela já não é usada há muito tempo. Mas e quando estamos falando em literatura?

Arcaísmo

Arcaísmo literário

Normalmente encontrado em obras literárias, o arcaísmo literário é muito usado como um recurso de estilo nos dias atuais. Este acaba tornando o texto mais culto, decadente ou solene, por exemplo. Mas o que isso significa, exatamente?

Significa que para deixar o texto mais culto e solene, as pessoas passam a usar expressões típicas da época à que o texto literário faz referência. Estas, no entanto, não tem mais uso nos dias de hoje ou na época em que foram escritas.

Quando o texto é naturalmente antigo, os arcaísmos que podem ser encontrados em seu decorrer não são propositais, visto que eram expressões da época. Muitas das palavras que usamos atualmente, no entanto, acabarão tornando-se arcaísmos em um tempo futuro, assim como os arcaísmos atuais já foram palavras usuais em algum tempo. Isso se dá devido ao processo de evolução da língua que acaba sendo modificada pelos próprios falantes com o passar do tempo.

Quando não usar?

É importante que, ao tentar falar de forma mais culta usando arcaísmos, você analise se será facilmente compreendido em suas expressões, uma vez que essas já caíram em desuso. Em linguagem teórica e científica, por exemplo, este tipo de linguagem não deve ser usada, pois acabará prejudicando a compreensão dos textos. Isso deve ser evitado, portanto, sempre que não for um texto referente à época e estritamente histórico, pois sempre comprometerá a clareza do texto para leitores que não tenham conhecimentos necessários para entender estes termos.

Exemplos

Se ainda não ficou totalmente claro para você o que são os termos arcaicos,  confira alguns exemplos de palavras que são atualmente arcaicas:

Ceroula, que significa cueca; vosmecê, que significa você; outrossim, que significa também; quiçá, que significa talvez; apalermado, que significa bobo; e magote, que significa grande quantidade.

Existem ainda algumas expressões que acabarão se tornando arcaicas, pois atualmente já estão caindo em desuso. Confira algumas delas:

O uso de mesóclise do pronome oblíquo: far-se-á, levantar-nos-emos, entre outros;

Pretérito mais-que-perfeito: amara, fizera, conhecera.

Deu para entender melhor? Mas calma: se você se deparar com alguns dos termos que, atualmente, já são considerados arcaicos, fique tranquilo. A maioria deles está documentada em dicionário podendo, enfim, ser facilmente pesquisada e compreendida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *