Floresta amazônica

A floresta amazônica é uma das florestas tropicais mais importantes do mundo, conhecida popularmente como “pulmão do mundo”, devido sua tamanha biodiversidade e importância, está localizada ao norte da América do Sul, possui uma extensão de sete mil quilômetros quadrados, espalhadas pelos territórios: Brasil, Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Equador, Suriname, Guiana e Guiana Francesa.

A maior concentração da floresta amazônica está localizada no Brasil, ocupando 61% do território brasileiro, entre os estados do Amazonas, Amapá, Rondônia, Acre, Pará e Roraima. A floresta possui uma fauna que corresponde a 80% das espécies do Brasil, e uma flora que contém mais de 20% de espécies vegetais do planeta terra, seus rios (Rio Amazonas e afluentes), representam a maior reserva de água doce do mundo.

Floresta amazônica
Foto: Reprodução

Origem do nome Amazônia

O explorador espanhol Francisco de Orellana, em 1542, relatou em sua expedição, ter sido atacado por mulheres nuas que usavam arco e flecha, no rio Amazonas, Orellana então as chamou de amazonas, fazendo referência também a mitologia grega, onde as mulheres não aceitavam homens em suas tribos, dando origem ao nome de floresta amazônica.

Características gerais da floresta amazônica

É uma floresta tropical fechada, formada por árvores de porte grande, seu solo possui uma fina camada de nutrientes, que é formado por decomposição de folhas, frutos e animais mortos. A floresta é rica em húmus, sendo essencial para a grande maioria das espécies de plantas e árvores da região.

A região possui grande quantidade de chuva o que facilita em seu aproveitamento de produção, colaborando para manter o seu perfeito desenvolvimento. Sua vegetação rasteira está presente em pouca quantidade, tendo em vista que as árvores do local crescem muito próximas, evitando a chegada de raios solares ao solo, limitando o crescimento das pequenas plantas.

Os animais localizados na floresta amazônica são de pequeno e médio porte, como por exemplo: macacos. marsupiais, cobras, tucanos, pica-paus, morcegos, roedores, entre outros. Os rios que cortam a floreta possuem uma grande diversidade de espécie de peixes.

O clima é equatorial, pois a floresta amazônica se encontra perto da linha do equador, com temperaturas e índices pluviométricos elevados, sendo calor durante o dia e finais de tarde com chuva.

Floresta amazônica e seus problemas atuais

O desmatamento ilegal e predatório é um de seus principais problemas. Madeireiras cortam para vender troncos de árvores nobres e em extinção, fazendeiros que provocam queimadas na floresta para ampliação de áreas de cultivo, colocando em risco todo ecossistema da região. Cientistas estrangeiros entram ilegalmente na floresta em busca de amostras de plantas ou espécies de animais, desenvolvendo substancias, registrando a patente em seu país de origem e lucrando, sem darem os devidos créditos ao Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *