Gêneros textuais

As variadas formas de linguagem que podem ser empregadas nos textos são denominadas gêneros textuais. Apesar de poderem estar mescladas em um texto, será nomeado aquele que for mais constante em seu decorrer. Estes são, ainda, a forma como a língua e as palavras são organizadas para manifestar diversas situações de comunicação.

O conjunto de características de um texto irá determinar o seu gênero textual: assunto, quem está falando, para quem se está falando, finalidade ou ainda se o texto é narrativo, instrucional, argumentativo, entre outros.

Gêneros textuais

Gênero textual x gênero literário

Mas atenção, uma confusão muito comum é quando ao gênero literário. Estes são classificados conforme a sua forma, podendo ser gênero lírico, gênero épico, gênero dramático, entre outros. Já os gêneros textuais abrangem todos os textos da língua, e não apenas os literários. Ficou confuso? Vamos explicar. Os gêneros textuais abrangem além dos textos escritos, os orais que são usados para comunicação.

Quais são?

Com estilo e estrutura próprios, os tipos de gêneros textuais podem ser identificados por suas características. Confira alguns dos gêneros abaixo:

Carta

A carta possui algumas características específicas, como ter um destinatário e um remetente determinados, podendo ser pessoal, institucional, ao leitor ou aberta. Além disso, o tipo de escrita – dissertativa, narrativa ou descritiva – será escolhido dependendo do objetivo dessa carta. A estrutura formal é fixa: apresenta-se inicialmente a saudação, em seguida o que pretende-se falar, ou seja, o corpo da carta, e por fim a despedida.

Notícia

Uma notícia é um gênero textual dos gêneros jornalísticos. Possui linguagem narrativa e descritiva e tem como objetivo informar um determinado fato. Existem ainda alguns elementos que são marcantes neste gênero, que são o tempo, o lugar, pessoas envolvidas no fato, entre outras.

Além destes, podemos citar ainda outros gêneros textuais: reportagem e entrevista que, junto à notícia, são gêneros essencialmente jornalísticos, conto maravilhoso, conto de fadas, fábula, lenda, narrativa de ficção científica, romance, conto, piada, relato de viagem, diário, autobiografia, curriculum vitae, biografia, relato histórico, artigo de opinião, carta de leitor, carta de solicitação, editorial, ensaio, resenhas críticas, seminário, conferência, palestra, entrevista de especialista, relatório científico, regulamento, textos prescritivos, entre outros.

Por serem muitos e extremamente abrangentes, seria difícil estudar a todos os gêneros textuais. Portanto, sempre que for escrever um texto de um determinado gênero, é essencial que você busque referências e estude suas características e a linguagem para que siga o gênero da forma correta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *