Pop Art

Muitos movimentos artísticos fizeram e fazem parte do mundo. De acordo com o passar dos anos, novas influências vão surgindo e em consequência disso aparecem novos movimentos artísticos. Entre eles está a Pop Art, movimento que se desenvolveu na década de 1950. Veja agora um pouco mais sobre esse movimento.

Pop Art
Foto: Reprodução

Definição

A Pop Art, é uma abreviatura de Popular Art (em inglês), foi um movimento artístico que aconteceu na Inglaterra e nos Estados Unidos durante a década de 1950. Ela exerceu uma grande influência no mundo artístico e também cultural das épocas que vieram posteriormente.

Esse movimento foi uma espécie de reação artística ao movimento do expressionismo abstrato que aconteceu nas décadas de 1949 e 1950. Utilizava em suas representações pictóricas imagens e símbolos de natureza popular. A Pop Art influenciou ainda o grafismo e desenhos relacionados à moda.

Surgimento

Esse movimento surgiu particularmente na Inglaterra e Estados Unidos, no final dos anos 50. Recebeu esse nome em 1954, quando o crítico inglês Lawrence Alloway assim o chamou quando se referia a tudo que era produzido pela cultura em massa no hemisfério ocidental, principalmente os produtos que tinham origem norte americana.

As raízes da Pop Art vêm do dadaísmo de Duchamp e o objetivo era fazer oposição ao expressionismo abstrato, que predominava desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Consequentemente trouxe à tona o conceito da arte figurativa.

Principais características

Entre as principais características do movimento temos a crítica irônica que fazia a sociedade, através dos objetos de consumo. Muitos eram os temas utilizados como inspiração para compor a trajetória da Pop Art no mundo artísticos, entre eles podemos citar a publicidade, quadrinhos e ilustrações.

Os artistas da Pop Art

Entre os vários artistas desse movimento, podemos destacar cinco deles:

  • Andy Warhol – que foi o maior representante da Pop Art. Além de pintor Warhol era ainda cineasta. Costumava fazer serigrafias e retratos sobre telas de mitos como Marilyn Monroe, Pelé, Elizabeth Taylor, Jacqueline Kennedy e Elvis Presley.
  • Peter Blake – ele foi o criador da capa do disco Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles.
  • Wayne Thiebaud – foi um pintor norte-americano que teve destaque a partir da criação de obras com teor humorístico e nostálgico.
  • Roy Lichtenstein – foi um pintor norte-americano que trabalhava muito com as histórias em quadrinho e através delas criticava a cultura de massas.
  • Jasper Johns – também foi um pintor norte-americano, a sua principal obra foi Flag em 1954.

Inspirações

Os artistas da Pop Art se inspiravam na cultura de massas para criar as suas obras de arte, desta forma se aproximavam criticando de forma irônica a vida cotidiana da época, que era materialista e consumista.

Eles usavam latas de refrigerante, embalagens de alimentos, histórias em quadrinho, bandeiras e outros objetos. Usavam cores vivas e modificavam o formato desses objetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *