Prismas

Chamamos de prismas os sólidos que são formados por dois planos paralelos e uma superfície prismática, que são delimitados por faces planas. Estes podem ser retos ou oblíquos, sendo que os retos formam com a base um ângulo de 90°, e os oblíquos formam outros ângulos, sempre diferente de 90°.

O sólido possui arestas laterais que delimitam as suas faces laterais – e podem ser perpendiculares ou oblíquas à base -, a base que é formada por um polígono, a altura h que é a distância entre as duas bases e a seção reta, que é a seção obtida por meio de um plano criado perpendicular às arestas laterais. Confira a imagem abaixo para entender melhor.

prismas

Características

Apesar de poderem apresentar diversas formas, os prismas possuem algumas características básicas comuns entre eles. O número de faces de um prisma sempre será exatamente igual ao número de lados do polígono que constitui suas bases, tanto inferior quanto superior.

Todos eles possuem área da base, área lateral, área total e volume, sendo que suas medidas vão depender do formato do polígono que forma as bases.

O que é um prisma regular?

Chamamos de prisma regular aqueles que possuem bases como regiões poligonais regulares. Por exemplo, considere um prisma triangular regular: nele, as bases serão formadas por triângulos equiláteros.

Tipos

Prismas

Diante disso, os prismas são caracterizados como triangulares, que têm como base um triângulo; quadrangulares, que têm como base um quadrado; pentagonais, que têm como base um pentágono; hexagonais, que têm como base um hexágono; heptagonais, que têm como base um heptágono; ou octogonais, que têm como base um octógono.

Cálculo da área e do volume de um prisma

Para encontrar a área total de um prisma, é preciso primeiro analisar de que tipo ele é para saber qual polígono forma a sua base. Para entendermos, vamos pegar como exemplo um prisma que tem como base um triângulo. Neste caso, precisaremos calcular primeiramente a área do triângulo que forma a base. Em seguida, é preciso analisar se ele é reto ou oblíquo. Quando é reto, suas faces laterais são constituídas por retângulos, no entanto no caso do oblíquo, suas faces laterais são formadas por paralelogramos. É preciso também calcular a área lateral do prisma somando todas as áreas das faces laterais.

Para encontrar a área total de um prisma, então, poderemos somar a área lateral e o dobro da área da base.

Stotal=Slateral+2.Sbase

Para encontrar o volume, basta que multipliquemos a área da base pela altura.

Vprisma=Sbase.h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *