Queda livre

O movimento de queda livre vem sendo estudado desde 300 a.C, com o filósofo grego Aristóteles. O filósofo afirmava que se duas pedras, uma mais pesada que a outra, fossem soltas de uma mesma altura, a mais pesada atingiria o solo mais rapidamente.

A afirmação de Aristóteles foi aceita como verdadeira durante vários séculos, até que por volta do século XVII, um físico e astrônomo italiano chamado Galileu Galilei contestou tal afirmação.

O experimento de Galileu Galilei

O físico Galileu Galilei era considerado o “pai da experimentação” e acreditava que as hipóteses feitas pelos cientistas deveriam ser comprovadas pelo método científico, isto é, por meio de experimentos e cálculos. Somente após a experimentação é que determinada afirmação poderia ser tida como verdadeira.

Ao realizar um experimento bem simples, Galilei pôde descobrir que a afirmação de Aristóteles não se verificava na prática. O experimento do físico italiano foi o seguinte: da Torre de Pisa, ele abandonou, da mesma altura e ao mesmo tempo, duas esferas de pesos diferentes, e acabou comprovando que ambas atingiam o solo no mesmo instante.

Ao realizar este experimento, Galileu Galilei confirmou que a afirmação de Aristóteles estava errada e teorizou a respeito da queda livre dos corpos: todos os corpos, independente de seu peso, caem juntos ao serem soltos de certa altura.

Após realizar outros experimentos de queda de corpos, o astrônomo percebeu que os corpos atingiam o solo em diferentes instantes e, a partir desta observação, lançou a hipótese de que o ar exercia a ação de uma força que retardava o movimento do corpo.

Anos mais tarde a hipótese de Galilei foi comprovada experimentalmente. Quando dois corpos são abandonados de uma mesma altura, no vácuo ou no ar com resistência desprezível, o tempo de queda é o mesmo para ambos, mesmo que eles tenham pesos diferentes.

Queda livre
Foto: Reprodução

Equações da queda livre de um corpo

Na Física, o movimento de queda livre dos corpos é uma particularidade do movimento uniformemente variado. Trata-se de um movimento acelerado, como provado pelo físico, astrônomo e matemático italiano Galileu Galilei.

O movimento de queda livre sofre a ação da aceleração da gravidade. Esta aceleração é representada por g e é variável para cada ponto da superfície da Terra. No estudo da Física, desprezando-se a resistência do ar, o valor da aceleração da gravidade é constante e aproximadamente igual a 9,8 m/s².

As equações que determinam o movimento de queda livre são as seguintes:

v = g.t     e      d = g.t²/2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *