Solubilidade

Quando falamos em solubilidade, estamos nos referindo a capacidade de uma substância se dissolver em outra. Isso acontece somente quando, de acordo com o princípio da solubilidade, as duas substâncias foram semelhantes. “Semelhante dissolve semelhante”. Mas o que isso significa?

Solubilidade

Polar e apolar

As substâncias podem ser divididas em polares e apolares de acordo com suas polaridades. Tendo isso em mente, podemos dizer que as substâncias polares dissolvem substâncias polares, e as apolares dissolvem substâncias apolares.

Como exemplo disso, podemos pegar algo comum em nosso cotidiano: cozinhar macarrão. Quando colocamos a água na panela para cozinhar macarrão, é comum adicionarmos um fio de óleo na água para que a massa não grude. Mas você já reparou que o óleo e a água nunca se misturam? Isso devido ao fato de o óleo ser uma substância apolar e a água polar.

Solutos, solventes e soluções

É preciso que, antes de continuarmos a estudar a solubilidade, fiquemos atentos a alguns conceitos: o que são solutos, solventes e soluções?

Chamamos de solutos todas as substâncias que são dissolvidas no solvente e, de uma forma geral, este estará em quantidades inferiores em uma solução. O solvente é a substância usada para dissolver o soluto, e a união dos dois é solução, desde que forme uma mistura homogênea. As soluções podem ser líquidas, como os refrigerantes, sólidas, como o bronze que é formado por cobre e estanho, ou gasosas, como o ar atmosférico.

Coeficiente de solubilidade

Chamamos de coeficiente de solubilidade a quantidade de um soluto que é necessária para que uma determinada quantidade padrão de solvente em uma temperatura determinada fique saturada.

Tipos de soluções

As soluções são caracterizadas por meio da quantidade de soluto dissolvido, e classificadas como saturadas, insaturadas e supersaturadas. Quando falamos em soluções saturadas, estamos falando de uma mistura de uma determinada quantidade de soluto igual ou superior à sua solubilidade em uma determinada temperatura dissolvido. Neste caso, haverá excesso de soluto e, consequentemente, não se dissolverá totalmente, caracterizando a mistura com um corpo de fundo. Como exemplo de solução saturada podemos citar um copo de leite com achocolatado quando colocamos em excesso: o chocolate forma um corpo de fundo.

As insaturadas, são as soluções que têm soluto dissolvido em uma quantidade inferior à sua solubilidade na temperatura determinada. Continuando com o exemplo do leite, é quando todo o chocolate fica misturado no leite. Já as supersaturadas são aquelas soluções em que o solvente e o soluto encontram-se em temperaturas em que o coeficiente de solubilidade é maior. Nesse caso, a solução seria ou resfriada ou aquecida, e isso diminuiria o coeficiente de solubilidade. Apesar de o soluto permanecer dissolvido, a solução será completamente instável fazendo com que vibrações, até mesmo bem pequenas, façam com que a quantidade de soluto em excesso dissolvida se precipite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *